As Pragas do Egito

sexta-feira, 26 de janeiro de 2024

As pragas do Egito são eventos descritos na Bíblia, no Livro do Êxodo, que teriam ocorrido durante o período em que os israelitas estavam escravizados no Egito. De acordo com a narrativa bíblica, Deus enviou uma série de pragas sobre o Egito como castigo por se recusar a libertar os israelitas. As dez pragas são as seguintes:

Água se torna em sangue: Deus transformou as águas do rio Nilo em sangue, causando a morte dos peixes e tornando a água imprópria para consumo.

Rãs: Uma praga de rãs infestou o Egito, invadindo casas e propriedades.

Piolhos ou mosquitos: Toda a poeira do solo se tornou em piolhos ou mosquitos que afligiram tanto humanos quanto animais.

Moscas: Enxames de moscas cobriram a terra do Egito, causando grande incômodo.

Morte do gado: O gado do Egito foi atingido por uma praga que resultou em sua morte.

Úlceras ou feridas: As pessoas e os animais foram afligidos por úlceras ou feridas dolorosas.

Granizo: Uma tempestade de granizo, misturada com fogo, caiu sobre a terra do Egito, destruindo plantações e árvores.

Gafanhotos: Enxames de gafanhotos devoraram o que restou das plantações após a praga de granizo.

Trevas: Uma escuridão profunda cobriu toda a terra do Egito por três dias, exceto na terra dos israelitas.

Morte dos primogênitos: Deus anunciou que mataria todos os primogênitos no Egito, desde os primogênitos dos humanos até os primogênitos dos animais. Os israelitas foram instruídos a marcar suas portas com sangue de cordeiro para que a praga não os atingisse.

Essas pragas, segundo a tradição judaico-cristã, levaram o faraó a finalmente permitir que os israelitas deixassem o Egito, levando à narrativa da libertação e da fuga através do Mar Vermelho liderada por Moisés. É importante notar que a interpretação desses eventos pode variar entre diferentes tradições religiosas e culturais.



Se Creres Gospel







Compartilhe essa página:



Bíblia Sagrada

A Bíblia Sagrada Cristã é o principal texto religioso do Cristianismo. É composta por dois grandes conjuntos de escrituras: o Antigo Testamento, que contém textos que datam de antes do nascimento de Jesus Cristo e é compartilhado com o Judaísmo, e o Novo Testamento, que narra a vida, os ensinamentos, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, bem como os ensinamentos e as cartas dos primeiros seguidores de Jesus, conhecidos como apóstolos.

A Bíblia é considerada pelos cristãos como a Palavra de Deus e é fundamental para a fé e prática cristãs. Ela é amplamente lida, estudada e interpretada por cristãos de todo o mundo, e suas histórias, ensinamentos e valores continuam a exercer uma influência significativa na cultura e na sociedade ocidental.


saiba mais »