Até quanto suportamos situações contrárias que aparecem em nossas vidas?

Home Artigos Notícias Quem Somos Turminha Se Creres Opinião Bíblia Sagrada Estudos WebRádio Editora

Até quanto suportamos situações contrárias que aparecem em nossas vidas?

Jesus suportou quarenta dias no deserto das tentações de satanás, nesse período não comeu e não bebeu, ao ponto de satanás tentá-lo a transformar pedra em pão e Jesus respondeu que nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus, mas satanás que é astuto e levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo prometendo entregar a Jesus todo este poder e a sua glória e somente adora-lo e Jesus novamente o negou firmemente atribuindo que somente Adorarás o Senhor teu Deus.

 Até quanto suportamos situações contrárias que aparecem em nossas vidas?

E Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto; E quarenta dias foi tentado pelo diabo, e naqueles dias não comeu coisa alguma; e, terminados eles, teve fome. E disse-lhe o diabo: Se tu és o Filho de Deus, dize a esta pedra que se transforme em pão. E Jesus lhe respondeu, dizendo: Está escrito que nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra de Deus. E o diabo, levando-o a um alto monte, mostrou-lhe num momento de tempo todos os reinos do mundo. E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. Portanto, se tu me adorares, tudo será teu. E Jesus, respondendo, disse-lhe: Vai-te para trás de mim, Satanás; porque está escrito: Adorarás o Senhor teu Deus, e só a ele servirás. Lucas 4:1-8

A que pontos somos tentados a deixar de fazer as vontades de Deus por benefícios próprios, ao sentimos derrotados e sem possibilidades, como se o cerco se fechasse e tudo indicasse uma somente direção que se opõe as vontades de Deus.

Nós seres humanos somos um artigo feito por Deus de alta complexidade, que por muitas vezes não conseguimos compreender a si próprio com nossas atitudes, a situação molda a ocasião que se reflete em atitudes voltadas a somente nossos interesses e bem estar.

Se alguma situação terrível acontece, somos passíveis em recorrer ao Senhor por um desfecho positivo, digo isso em qualquer área da nossa vida, mas somos movidos por um relógio que dita a nossa paciência e que se trata de um relógio que não está alinhado com o relógio do Senhor. Aí tá o problema!

Deus tem provado seu povo a todo momento, e assim como permitiu Jesus, seu filho unigênito ser levado ao deserto e ser tentado por satanás, também permite que seu povo passe por essas experiências, talvez para moldar, preparar para algo maior, para uma verdadeira transformação ou até mesmo para uma experiência verdadeira e pessoal com Deus, como vivenciou Jó.

Mas voltamos ao relógio, ou melhor, o tempo que não estão alinhados, aí fica a pergunta até que ponto suportamos essa situação seja ela uma prova ou um deserto.

Quando o cerco se fecha e não tem mais o que fazer ou a quem possa te socorrer, a palavra certa ou mais apropriada para isso talvez seja “desespero”, que no dicionário significa:

1- substantivo masculino - estado de profundo desânimo de uma pessoa que se sente incapaz de qualquer ação; desalento.

2- Estado de consciência que julga uma situação sem saída; desesperança.

E quando chegamos a essa situação e ainda assim Deus não se manifesta, é a hora que tudo parece ter chegado ao fim. É nessa hora que entendemos que todo aquele papo de que somos totalmente confiantes em Deus cai por terra. No período em que deveria esperar confiante em Deus, descansando nEle, demonstrando que somos totalmente dependentes dEle, é que descobrimos que não estamos sendo verdadeiros com o Senhor, ou seja, somos verdadeiros hipócritas. Talvez Deus tenha permitido que essa situação chegasse ao extremo para que descobríssemos isso, tudo de Deus tem um propósito, e para reforçar que sem Ele não podemos fazer nada.

O período em deveríamos adorar e louvar esperando a prova passar, nos angustiamos e até mesmo murmuramos. Mas ainda não chegou a fim, Deus não vai desamparar nenhum dos seus filhos, Ele sempre tem um escape!

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar. 1 Coríntios 10:13

Agora senta e espere que em Deus, Ele está trabalhando ao seu favor, enquanto isso coloque um louvor e exalte ao Senhor!


Postar um comentário

0 Comentários

Até quanto suportamos situações contrárias que aparecem em nossas vidas? - Se Creres Notícias Gospel